Almada tem 71 casos confirmados e regista primeira morte por Covid-19

Esta segunda-feira ocorreu a primeira morte por Covid-19 no concelho de Almada. No mesmo dia, registaram-se mais três casos de pessoas infetadas, elevando o total para 71. 

 

O concelho de Almada conta atualmente com 71 casos confirmados de pessoas infetadas pelo novo coronavírus (mais três do que ontem), de acordo com o relatório da situação epidemiológica em Portugal divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Almada e o Seixal -onde também se verificam 71 casos positivos- são os concelhos com mais casos no distrito de Setúbal, que contabiliza esta terça-feira um total de 282 pessoas infetadas. No total do país registam-se 7443 casos de Covid-19 confirmados e 160 mortes (mais 20 do que ontem).

 

Almada reorganiza-se devido ao coronavírus

As medidas de contingência relacionadas com a contenção do novo coronavírus estão a ter um forte impacto no concelho de Almada, que tem vindo a reorganizar-se para responder à pandemia.

Neste sentido, desde a semana passada que a Unidade de Saúde Familiar (USF) do Pragal se dedica em exclusivo à avaliação e tratamento de doentes com Covid-19, tendo os utentes daquela unidade de cuidados de saúde primários passado a ser atendidos na USF Almada, situada na Av. Rainha D. Leonor.

Recorde-se ainda que a presidente da Câmara de Almada, Inês de Medeiros, ativou na passada quinta-feira, dia 26 de Março, o Plano Municipal de Emergência da Proteção Civil, que integra ainda a GNR, a PSP, os corpos de Bombeiros, as Forças Armadas, a Autoridade Marítima Local, a Capitania, o INEM, os SMAS ou o Hospital Garcia de Orta, entre outras entidades.

“Os almadenses têm, na sua generalidade, cumprido as recomendações e regras definidas pelas entidades competentes. Mas temos ainda demasiados casos de não cumprimento das normas decorrentes do estado de emergência”, afirmou a autarca numa mensagem divulgada em vídeo.

Lembrando que os “números em Almada, como em todo o país, estão a aumentar”, a presidente da Câmara destacou a importância de “lutar para que não se instale a transmissão comunitária”, referindo algumas medidas tomadas a nível local com o objetivo de conter os contágios por Covid-19: a interdição do acesso ao pontão da Costa de Caparica, o reforço da fiscalização para cumprimento do isolamento ou o encerramento de parques infantis. Ainda assim, Inês de Medeiros apelou uma vez mais a todos os almadenses para “ficarem em casa” e respeitarem “as regras e recomendações” feitas pelas autoridades.

 

Linha de apoio para os grupos de risco

De forma a apoiar os mais vulneráveis a enfrentar esta crise de saúde pública, a Câmara de Almada lançou também um número de telefone gratuito destinado aos que se encontram em quarentena ou em isolamento e que não dispõem de uma rede de suporte familiar. Ao mesmo tempo, a autarquia está também a assegurar diariamente refeições para as crianças do escalão de ação social escolar, prorrogou os prazos de pagamento das rendas e taxas municipais e suspendeu os cortes de água.

Quanto às pessoas em situação de sem abrigo, contam agora com um espaço de acolhimento, instalado no pavilhão do Liberdade Futebol Clube, na Cova da Piedade. O novo espaço tem capacidade para 20 pessoas, que terão direito a dormida, alimentação, roupa e higiene.

2 Comentários sobre “Almada tem 71 casos confirmados e regista primeira morte por Covid-19

  • Abril 1, 2020 at 3:09 am
    Permalink

    Uma vez k ha pessoas k têm k trabalhar como os operadores de supermercados pq nao implementam a obrigatoriedade de uso de viseiras para todos. Sei que no Lidl apenas usam desinfetante. Essas pessoas estao em risco permanente.

    Responder
  • Abril 4, 2020 at 9:09 pm
    Permalink

    A construção Civil continua no ativo em obras sem agua e luz para manter a higiene e até à data ninguém fala da construção civil.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *